PF prende 15 por compra de votos em Anápolis

Envolvidos, que atuavam em pesquisas eleitorais, foram presos em hotel no centro da cidade

Rodrigo Viana. iG Goiânia |

A Polícia Federal autuou, nesta madrugada, quinze pessoas em Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia, por prática de crime eleitoral.

Segundo a assessoria da PF, os envolvidos estavam em reunião de um instituto de pesquisa de opinião pública e de pesquisa de mercado em um hotel do centro da cidade.

Na ocasião, eram mostrados vídeos com críticas a um candidato e elogios a outro. Logo em seguida, era feita uma simulação de pesquisa e distribuído um envelope vermelho com R$ 50 a cada um dos participantes.

O presidente regional do PSDB, Daniel Goulart, criticou o evento, que tinha caráter de compra de votos para Iris Rezende (PMDB).

Dos presos, nove são eleitores que receberam dinheiro e seis são representantes dos institutos de pesquisa.

Foram apreendidos formulários de pesquisa, um notebook que era utilizado para projetar os vídeos, R$ 1.292 em dinheiro e outros objetos.

Eles foram indiciados por crime eleitoral, previsto no artigo 299, da Lei n. 4.737/65 e serão encaminhados ao presídio de Anápolis.

A ação da PF fez com que militantes dos dois lados passassem a se atacar durante a madrugada no Twitter.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG