PF apreende computadores e documentos de Vanessa e Eduardo

Além de equipamentos, agentes federais levaram documentos para investigar denúncia de fraude eleitoral

Eduardo Asfora, iG Manaus |

A Polícia Federal (PF) apreendeu ontem no comitê “Avança Amazonas” e na sede da empresa A.C. Nadalf Neto Assessoria, computadores e documentos ligados à campanha dos senadores eleitos Eduardo Braga (PMDB) e Vanessa Grazziotin (PCdoB).

A ação decorre de denúncia apresentada pelo senador derrotado no pleito, Arthur Virgílio Neto (PSDB).

O mandato de busca e apreensão foi expedido pelo juiz federal Márcio Luiz Freitas, após uma ação civil do Ministério Público Federal (MPF).

A PF e o Ministério Público (MP) ainda não se pronunciaram sobre o caso, que está em segredo de Justiça.

De acordo com o advogado da coligação Avança Amazonas, Daniel Nogueira, todo este trabalho é importante para verificar que não ocorreu nenhum tipo de irregularidade na campanha eleitoral dos candidatos.

“Não tememos nada, por isso entregamos tudo. Cabe aos órgãos competentes tomarem as decisões e comprovarem que as denúncias são falsas”, complementou.

Já o representante da coligação “Amazonas de Todos Nós”, do senador Arthur Virgílio Neto, autor da denúncia, ressaltou "a importância de uma análise profunda por parte do MP, a fim de esclarecer a verdade".

    Leia tudo sobre: Eleições AMEleições PFEleições Arthur

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG