Pesquisa do PMDB coloca Iris à frente de Marconi

Instituto Brasmarket, ligado ao partido, é o único que coloca peemedebista superando tucano às vésperas da eleição

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Diante da incerteza quanto à vontade das urnas em Goiás, Iris Rezende (PMDB), segundo nas pesquisas de intenção para governador goiano, recorreu ao óbvio.

O candidato peemedebista resolveu utilizar a pesquisa do instituto ligado ao seu partido para tentar convencer o eleitor na última hora de que ele superou seu rival Marconi Perillo na corrida pelo Palácio das Esmeraldas.

Segundo a pesquisa do Instituto Brasmarket – amplamente divulgada pelas inserções na TV e nos panfletos de campanha – Iris teria hoje 42,1% dos votos, à frente, portanto, do tucano, que passaria dos 39%.

O problema é que o Brasmarket é a única instituição de pesquisa que registra esse resultado positivo para o ex-prefeito de Goiânia.

A pesquisa, contratada pelo próprio PMDB, teria sido realizada em 23 e 24 de setembro, com margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Nas oito rodadas da pesquisa Serpes/O Popular, Marconi sempre na dianteira, com pico de 49,2% das intenções de voto em agosto, depois caindo para 46,7%, na pesquisa de 27 de setembro.

Já Iris aparece com 39,3% em julho, despencando até 32,6%.

Em cinco rodadas da pesquisa Grupom/Rádio 730, Marconi tinha 45,1% em junho e oscilou para 46,2% em setembro. No mesmo período, Iris começou com 37,8% e caiu para 31,4%.

A divulgação dos dados irritou o PSDB. O presidente regional do partido, Daniel Goulart, afirmou que vai entrar com representação contra a campanha de Iris. Segundo ele, esta é uma tentativa desesperada de forçar um segundo turno.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG