Pesquisa aponta segundo turno em MT

Instituto Gazeta Dados aponta reação de socialista e queda do governador, indicando novo pleito em dezembro

Kelly Martins, iG Cuiabá |

Pesquisa do Instituto Gazeta Dados aponta trajetórias opostas dos dois candidatos melhor colocados para o governo de Mato Grosso.

O resultado reforça a possibilidade de segundo turno no pleito de outubro próximo.

Enquanto Mauro Mendes (PSB) apresentou crescimento de cinco pontos percentuais, em relação à pesquisa anterior, seu oponente e líder das pesquisas, o governador Silval Barbosa perdeu dois pontos em igual período.

O peemedebista aparece com 46% do eleitorado ao passo que o socialista está com 26% dos votos.

Na pesquisa anterior, Silval estava com 48% e o Mendes tinha 19%.

caiu dois pontos em comparação com a pesquisa anterior do mesmo instituto e abre possibilidade de segundo turno em Mato Grosso.

O candidato do PSDB, Wilson Santos, continua em terceiro lugar com 15%, mesmo percentual da sondagem anterior.

Permanece na lanterna Marcos Magno (PSOL), com 1%.

Os eleitores que afirmaram votar em branco ou anular o voto no pleito de 3 de outubro somam 3% dos entrevistados.

Outros 9% garantiram que ainda não sabem quem escolher, mesmo a 11dias das eleições gerais. A sondagem foi realizada nos dias 18 e 19 de setembro em 40 municípios.

Em relação às três rodadas anteriores da pesquisa, Silval saiu de 31% dos votos, chegou a 48% e hoje está com 46%.

Mendes saiu de 15%, alcançou 21% e chegou a 26%.

O socialista permaneceu numa curva ascendente, com um crescimento de 11 pontos percentuais.

Wilson Santos tem um desempenho inverso, pois iniciou a corrida sucessória com 23%, caiu para 15% e se mantém neste patamar. Com margem de erro de 3% para mais ou para menos.

Na pesquisa espontânea, Silval Barbosa atinge 31% da votação. Seis pontos percentuais atrás e em segundo lugar, está Mauro Mendes, com 15%. Wilson Santos obteve 10% e Marcos Magno não pontuou.

Nesta modalidade, brancos e nulos totalizam 2% e o total de indecisos salta a 42%.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG