Para EUA, Al Qaeda foi obrigada a usar procedimentos menos sofisticados

Washington, 5 mai (EFE).- A rede terrorista Al Qaeda está mais frágil e foi obrigada a recorrer a procedimentos "menos sofisticados" em seus ataques devido à resposta dos Estados Unidos após os atentados de 11 de setembro de 2001, afirmou hoje a Casa Branca.

EFE |

Washington, 5 mai (EFE).- A rede terrorista Al Qaeda está mais frágil e foi obrigada a recorrer a procedimentos "menos sofisticados" em seus ataques devido à resposta dos Estados Unidos após os atentados de 11 de setembro de 2001, afirmou hoje a Casa Branca. Em sua entrevista coletiva diária, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse que o Governo americano aumentou seus esforços na luta contra o terrorismo ao redor do mundo no ano passado. Como resultado, "houve uma degradação na estrutura de comando e controle da Al Qaeda, que acho que diminuiu sua capacidade de planejar e executar ataques de uma natureza espetacular como os de 11 de setembro", apontou Gibbs. "Isso, por sua vez, levou a ataques menores, menos sofisticados", declarou o porta-voz da Casa Branca. Ontem, foi detido no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, o paquistanês naturalizado americano Faisal Shahzad, acusado de tentar detonar um carro-bomba no centro dessa cidade no sábado. A bomba, de fabricação caseira, chegou a pegar fogo, mas não explodiu. No último Natal, as autoridades americanas detiveram Umar Farouk Abdulmutallab, um cidadão nigeriano que tentou detonar uma bomba em um voo entre Amsterdã e Detroit. EFE mv/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG