Bastardos Inglórios deveria levar o Oscar de melhor filme - Oscar 2013 - iG" /

Opinião: Bastardos Inglórios deveria levar o Oscar de melhor filme

Certas disputas ficam tão polarizadas entre dois competidores que por vezes esquecemos que existem outros concorrentes no jogo. Serra e Dilma para presidente? Sim, mas tem também a Marina correndo por fora. Dourado versus Coloridos no ¿Big Brother¿? Mas não se pode esquecer do Cadu ou da Fernanda comendo pelas beiradas. É assim na política, na televisão... e também no Oscar deste ano. De repente, parece que só existem duas produções disputando as categorias de melhor filme e melhor diretor: ¿Avatar¿, de James Cameron, e ¿Guerra ao Terror¿, da Kathryn Bigelow. As pessoas interessadas na premiação passaram a discutir qual dos dois favoritos é superior. E se esqueceram que pode haver uma produção ainda melhor entre os indicados a melhor filme neste ano.

Ricardo Calil, colunista do iG |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ultimosegundo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237947688230&_c_=MiGComponente_C

Divulgação

Christophe Waltz é o vilão inesquecível do filme de Quentin Tarantino

Para mim, não há dúvida: Bastardos Inglórios merecia a principal estatueta da noite ¿ além da de melhor direção e roteiro original para Quentin Tarantino  e de melhor ator coadjuvante para Christophe Waltz (o que realmente deve se concretizar).

Não, isso não significa um desprezo por Avatar ou Guerra ao Terror. São dois filmes interessantíssimos, muito diferentes entre si, com inúmeras qualidades e algumas limitações. Poucos podem negar que Avatar seja uma grande experiência cinematográfica, graças sobretudo ao refinado uso do 3-D. Mas quem pode afirmar, com todas as letras, que se trata de um grande filme, quando falha de maneira tão grosseira em aspectos importantes como os diálogos, as composições dos personagens, as atuações dos coadjuvantes?

Guerra ao Terror pode oferecer uma experiência menos inovadora, mas é um filme mais denso, que emula o documental em busca de veracidade. Só há um probleminha: trata-se de um filme extemporâneo, perdido no tempo. O filme sustenta a ideia de que cada iraquiano seja tratado como um potencial terrorista ¿  uma defesa da guerra ao terror que talvez fizesse algum sentido na era Bush, mas que ficou esvaziada na era Obama. A mensagem ecológica de Avatar é fruto de seu tempo, mas é transmitida de maneira banal. Já a mensagem militarista de Guerra ao Terror é construída de maneira inteligente, mas é uma relíquia do passado.

Divulgação

"Bastardos Inglórios": guerra e fantasia em um filme de diálogos e atuações brilhantes

E Bastardos Inglórios? Bom, Tarantino conseguiu criar um filme de guerra como Guerra ao Terror (que aborda um conflito bélico específico) e, ao mesmo tempo, um filme de fantasia como Avatar (que se dá a liberdade de reinventar a História).

Só que você não irá encontrar no filme os defeitos de Avatar: os diálogos são brilhantes, os personagens são riquíssimos, as atuações são primorosas. Nem os problemas de Guerra ao Terror: Tarantino está do lado certo da História, ele não quer justificar uma guerra que não se justifica, e sim reescrever uma guerra que não pode ser reescrita.

Bastardos Inglórios tem mais algo que seus concorrentes não têm: humor. Os personagens de Avatar ou Guerra ao Terror podem contar uma piada ou outra, mas no geral os filmes se levam a sério demais. Tarantino acredita que o cinema pode ser uma brincadeira, que ele pode se tornar um cineasta maduro sem deixar de ser irreverente. Só que o humor ¿ um indubitável sinal de grandeza ¿ é uma moeda bem menos valorizada pelo Oscar do que a pompa.

Como o próprio nome indica, o filme de Tarantino é um vira-lata cinematográfico, competindo com o pedigree ecotecnológico de Avatar e documental-militarista de Guerra ao Terror. Bastardos Inglórios é o ápice da arte de Tarantino ¿ e um dos dez melhores filmes dos anos 00. Se os membros da Academia não são capazes de reconhecer isso, o problema é deles. Tarantino é maior que o Oscar. 

Assista ao trailer de "Bastardos Inglórios":

Leia as últimas notícias do Oscar 2010

    Leia tudo sobre: oscarquentin tarantino

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG