"O Discurso do Rei" vence prêmio do Sindicado dos Diretores

Tom Hooper é o escolhido e aumenta grandes chances de ganhar o Oscar

iG São Paulo |

AP
Colin Firth, Helena Bonham Carter e Tom Hooper posam com prêmio do Sindicato dos Diretores
O Sindicato dos Diretores dos Estados Unidos (Directors Guild of America) anunciou ontem à noite os ganhadores de seu prêmio anual. O escolhido foi o inglês Tom Hooper, de "O Discurso do Rei", desde já favorito absoluto para ganhar o Oscar 2011 da categoria.

Isso porque os prêmios das entidades de classe servem como um termômetro confiável para as estatuetas da Academia de Hollywood. No caso do sindicato dos diretores, desde a criação do prêmio, em 1936, em apenas seis vezes o vencedor também não levou o Oscar para casa – a última foi em 2002, quando Roman Polanski ("O Pianista") bateu Rob Marshall ("Chicago"), escolhido pelos colegas.

Até então pouco conhecido, encarando longas-metragens como "Sombras do Passado" e "Maldito Futebol Clube", Hooper recebeu o prêmio das mãos de Kathryn Bigelow, ganhadora no ano passado e primeira diretora a vencer o Oscar. Ele superou David Fincher ("A Rede Social", considerado favorito), Darren Aronofsky ("Cisne Negro"), Christopher Nolan ("A Origem") e David O. Russell ("O Vencedor").

Na categoria de melhor direção de documentário, o eleito foi Charles Ferguson, de "Trabalho Interno" , que estreia em fevereiro ao Brasil. O filme disputa o Oscar de melhor documentário com a coprodução brasileira "Lixo Extraordinário" .

Aos poucos, "O Discurso do Rei" vai confirmando um favoritismo inesperado no Oscar 2011. Além de campeão de indicações, com 12, o filme também já venceu o prêmio do Sindicato dos Produtores, outra prévia de renome na temporada hollywoodiana.

Assista ao trailer de "O Discurso do Rei":

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG