Kathryn Bigelow leva o prêmio do sindicato de diretores dos EUA

Vitória confirma chances de "Guerra ao Terror" vencer categoria no Oscar 2010

AFP |

AP
Kathryn Bigelow segura prêmio do sindicato
A cineasta Kathryn Bigelow ganhou o prêmio máximo do sindicato de diretores americanos, o Directors Guild Awards (DGA), por seu aclamado drama sobre a guerra do Iraque, "Guerra ao Terror".

Os prêmios do DGA são considerados um bom indicador dos possíveis vencedores do Oscar de melhor filme e melhor diretor. Desde 1948 apenas seis dos vencedores do prêmio do DGA não conseguiram a ambicionada estatueta da Academia de melhor diretor.

Com sua vitória, Bigelow se converte na primeira diretora da história do prêmio, com mais de 60 anos, a conquistar esta distinção. O filme também superou a megaprodução "Avatar", do ex-marido da cineasta, James Cameron, de 58 anos.

As indicações aos prêmios da Academia este ano serão divulgadas na terça-feira. A entrega acontece no dia 7 de março em Hollywood.

Outros indicados para o prêmio do DGA foram Lee Daniels, diretor de "Preciosa", Jason Reitman, por "Amor Sem escalas" e Quentin Tarantino por "Bastardos Inglórios".

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG