Indicado ao Oscar de ator, Demián Bichir brinca com anonimato

Tenho certeza que Brad Pitt e George Clooney estão se perguntando quem eu sou", afirma o protagonista de "Uma Vida Melhor

iG São Paulo com EFE |

Uma das maiores surpresas entre os indicados ao Oscar 2012 , o ator mexicano Demián Bichir brincou com o mistério em torno de seu nome ao dizer que provavelmente alguns de seus rivais, como Brad Pitt e George Clooney, nem devem conhecê-lo.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Tenho certeza que Brad Pitt está no terraço de seu sítio na Itália perguntando a Angelina Jolie quem sou eu e que George Clooney fez a mesma pergunta a sua namorada italiana", brincou o ator em entrevista coletiva na Cidade do México.

O mexicano de 48 anos concorrerá ao prêmio de melhor ator graças ao papel de um imigrante ilegal no filme "Uma Vida Melhor" ("A Better Life", na tradução). Além de Pitt ("O Homem que Mudou o Jogo") e Clooney ("Os Descendentes"), Bichir concorrerá pela estatueta com Gary Oldman ("O Espião que Sabia Demais") e Jean Dujardin ("O Artista").

Como não se considera o favorito, Bichir assegurou que irá à entrega do Oscar, no dia 26 de fevereiro, basicamente para se divertir. "Já é uma enorme honra pertencer a essa lista de cinco nomes. Esta indicação me coloca em uma posição na qual mais gente saberá do meu trabalho, e terei acesso a mais projetos, ao lado de pessoas com quem sempre quis trabalhar."

nullApesar da pouca confiança, Bichir lembrou o caso da atriz Hilary Swank, que contra todas as previsões levou a estatueta em 1999 pelo filme "Meninos Não Choram". O único ator mexicano a ganhar um Oscar foi Anthony Quinn, que venceu o prêmio de melhor coadjuvante duas vezes, por "Viva Zapata", de 1952, e "Sede de Viver", de 1956.

Leia também: "Hugo Cabret" e "O Artista" lideram indicações ao Oscar 2012

Em "Uma Vida Melhor", Bichir interpreta Carlos Galindo, um humilde imigrante de Los Angeles que sobrevive fazendo trabalhos de jardinagem para clientes ricos e cria um filho adolescente que começa a se relacionar com grupos criminosos. Em sua tentativa de melhorar de vida, Galindo compra uma velha caminhonete, uma aposta que acaba não saindo como o planejado.

"Espero que mais e mais gente vá ao iTunes e Netflix [serviços digitais populares na América do Norte] para ver nosso filme. Essa será a maior recompensa que poderíamos conseguir", disse o ator quando a lista de indicados foi divulgada, na terça-feira. "Dedico esta indicação aos 11 milhões de seres humanos que fazem nossas vidas mais fáceis e melhores nos EUA."

null

    Leia tudo sobre: Demián Bichiroscara better lifecinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG