Em busca de audiência, Oscar amplia leque de filmes e aposta no humor em 2010

Tapete vermelho no lugar, réplicas gigantes das estatuetas douradas do lado de fora, ensaios dos apresentadores. Os preparativos para a cerimônia da 82ª edição do Oscar, que acontece na noite deste domingo (07), em Los Angeles, a partir das 23h, estão em pleno vapor. Em meio à rivalidade de Guerra ao Terror e Avatar, favoritos para os principais prêmios da noite, a Academia de Hollywood apostou desde o início em uma audiência maior, com 10 indicados a melhor filme e uma dupla de apresentadores.

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ultimosegundo%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237947728662&_c_=MiGComponente_C

AP

Estatuetas do Oscar já estão posicionadas no Kodak Theatre, em Los Angeles

A mudança nas regras é uma tentativa de tornar a festa mais atraente, já que, com mais filmes no páreo, a expectativa é de que mais gente esteja torcendo na frente da televisão. Afinal de contas, quem não gostou da saga 3D de James Cameron e do conflito de Kathryn Bigelow ainda tem a chance de apostar em diretores cult como Quentin Tarantino ("Bastardos Inglórios") e os irmãos Coen ("Um Homem Sério"), num romance levemente clássico ("Educação") ou até numa animação ("Up - Altas Aventuras"). Sem contar o interesse dos estúdios, ávidos por poder estampar a célebre frase "indicado ao Oscar" nos cartazes de seus produtos.

Se a audiência do ano passado apresentou uma leve melhora, não quer dizer muita coisa: foi a terceira pior da história, mesmo com o galã Hugh Jackman como apresentador. Neste ano, Steve Martin e Alec Baldwin, que contracenaram juntos em "Simplesmente Complicado", assumem o posto e, aparentemente, as mudanças pegaram bem entre os anunciantes: os intervalos comerciais foram vendidos em tempo recorde, com valores em torno de US$ 1,5 milhão, maiores do que nas últimas edições.

A aposta na dupla pode ser encarada como uma volta ao estilo cômico que sempre foi uma característica da festa, marcada pelas performances de Bob Hope, Jerry Lewis, Jack Lemmon e Chevy Chase. Martin já apresentou o Oscar duas vezes em 2001 e 2003, enquanto Baldwin vive um dos melhores momentos de sua carreira na série "30 Rock". Também fazem parte do time de apresentadores os comediantes Ben Stiller, Tina Fey e Steve Carrell (Sacha Baron Cohen, o Borat, foi vetado na última hora).

Na conta de celebridades, estão confirmadas no Kodak Theatre as presenças de Charlize Theron, John Travolta, Robert Downey Jr, Sean Penn e Gerard Butler, além de, para contrabalancear, jovens estrelas para atrair a parcela infanto-juvenil, como Miley Cyrus, Zack Efron e Taylor Lautner e Kristen Stewart, astros de "Crepúsculo".

Disputas principais

Vencedor dos prêmios dos sindicados dos produtores, diretores e roteiristas, "Guerra ao Terror" é o franco favorito da noite ¿ jamais um filme que conquistou essa trinca deixou de levar o Oscar principal. "Avatar" faturou 135 vezes mais nas bilheterias, a maior da história, mas é difícil alguém tirar a estatueta da diretora Kathryn Bigelow. Nos últimos 40 anos, três produções sobre guerra levaram o Oscar: "Patton - Rebelde ou Herói" (1970), "O Franco Atirador" (1978) e "Platoon" (1986).

AP

Funcionários terminam de colocar tapete vermelho para as celebridades de Hollywood

O filme, no entanto, sofreu alguns baques na última semana. Foi amplamente criticado por veteranos do Iraque, por não ser fiel à realidade, um dos produtores disparou um e-mail aos membros da Academia pedindo votos e, por último, um sargento garante que o jornalista Mark Boal escreveu o roteiro baseado em sua vida. Mas nada disso deve influenciar os eleitores, já que as últimas cédulas foram enviadas na última terça-feira.

"Não acredito que Kathryn Bigelow perca o prêmio de diretora", opinou Pete Hammon, crítico da revista Maxim e do site The Envelope, ao comentar a categoria em que, além de Cameron, também estão na disputa Quentin Tarantino ("Bastardos Inglórios"), Lee Daniels ("Preciosa") e Jason Reitman ("Amor sem Escalas"). O cineasta espanhol Pedro Almodóvar que apresentará a categoria de filme estrangeiro, também acredita em Bigelo, mas prevê que "Avatar" ficará com o Oscar de melhor filme.

Na categoria melhor atriz, apesar do favoritismo de Sandra Bullock por "Um Sonho Possível", que já levou o Globo de Ouro e o prêmio do Sindicato dos Atores, não se descarta uma surpresa com uma vitória de Meryl Streep ("Julie & Julia"). Entre os atores, não parece haver adversário para o cantor country de Jeff Bridges em "Coração Louco".

Transmitida ao vivo para mais de 200 países, a cerimônia do Oscar será exibida no Brasil pelo canal a cabo TNT e pela rede Globo, depois do programa "Big Brother Brasil". Acompanhe os premiados e desdobramentos no especial do iG do Oscar 2010.

Leia as últimas notícias do Oscar 2010

* Com agências internacionais

    Leia tudo sobre: oscar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG