Christopher Plummer é o favorito ao Oscar de ator coadjuvante

Aos 82 anos, ator deve se tornar o mais velho a ganhar o prêmio da Academia de Hollywood

Reuters |

Divulgação
Christopher Plummer: ator veterano deve ser premiado por papel de idoso homossexual
Foi uma longa caminhada dos Alpes austríacos de "A Noviça Rebelde" até as colinas de Hollywood para Christopher Plummer, mas o ator mais conhecido por interpretar um capitão no clássico musical parece prestes a ganhar seu primeiro Oscar .

Aos 82 anos, Plummer é o favorito na categoria melhor ator coadjuvante para a premiação neste domingo (26), pelo filme "Toda Forma de Amor" . Há anos a categoria tem sido dominada por veteranos queridos do cinema, que de certa forma tinham sido negligenciados até então.

INFOGRÁFICO: CONHEÇA OS INDICADOS AO OSCAR 2012 E FAÇA SUAS APOSTAS

Depois de quase 200 filmes e programas na TV, além de centenas de apresentações no palco, o ator canadense finalmente chega perto do mais cobiçado prêmio da indústria do cinema ao interpretar um homem de 75 anos que "sai do armário" após um longo casamento, mas sucumbe a um câncer terminal.

"Christopher Plummer é o favorito sentimental", disse Pete Hammond, que escreve sobre cinema no site Deadline Hollywood. "Será uma enorme decepção se outro que não Christopher Plummer levar o prêmio para casa, e é apenas a segunda indicação dele ao Oscar. Já está bem atrasado."

Leia também: Ewan McGregor descobre que o pai é gay em novo filme; leia entrevista

Plummer, porém, tem um rival que é tão amado e respeitado por seus pares quanto ele. O sueco Max von Sydow , também de 82 anos, representa um grande desafio com sua interpretação de um sobrevivente da Segunda Guerra Mundial que se torna mentor de um garoto depois dos ataques de 11 de setembro de 2001 contra os prédios do World Trade Center, de Nova York, em "Tão Forte e Tão Perto" .

Siga o iG Cultura no Twitter

E Von Sydow faz tudo isso sem pronunciar uma palavra. Seu personagem, conhecido apenas como o Inquilino, não fala por causa do trauma de ter testemunhado um bombardeio da Segunda Guerra Mundial na infância.

Divulgação
Max Von Sydow em "Tão Forte e Tão Perto"
Caso um dos dois seja premiado na cerimônia da Academia no domingo, será a pessoa mais velha a ganhar um Oscar na história, superando a estrela de "Conduzindo Miss Daisy" Jessica Tandy em dois anos.

Entrevista exclusiva: "Devo muito a Bergman", afirma Max Von Sydow

"Temos dois veteranos de 82 anos disputando em uma categoria que tem o histórico de honrar os mais seniores de Hollywood", disse Tom O´Neil, do site Goldderby.com.

Nick Nolte ("Guerreiro"), de 71 anos, o ator britânico Kenneth Branagah ("Sete Dias com Marilyn"), de 51, e o astro em ascensão Jonah Hill ("O Homem que Mudou o Jogo"), que aos 28 anos é de longe o mais jovem do páreo, também concorrem ao prêmio de ator coadjuvante.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG