Zuma toma posse como 4º presidente da fase democracia na África do Sul

Pretória, 9 mai (EFE).- Jacob Zuma, líder do governamental Congresso Nacional Africano (CNA), tomou posse hoje, em Pretória, como o quarto presidente da história democrática da África do Sul, em um grande ato em Pretória, com a presença de 29 chefes de Estado e de Governo.

EFE |

AP
Jacob Zuma toma posse na África do Sul
Jacob Zuma toma posse na África do Sul

Zuma, de 67 anos, assumiu o cargo perante o chefe do Poder Judiciário da África do Sul, Pius Langa, depois que seu antecessor, Kgalema Motlanthe, transferiu ao novo presidente a Ordem Nacional de Mapungubwe, em cerimônia que recebeu a bênção de clérigos de várias religiões.

Em seu juramento, Zuma disse que assumia o cargo de presidente da África do Sul para "manter a lei e a Constituição" e "defender e promover os direitos de todos os sul-africanos".

"Que Deus me ajude", disse na conclusão, e depois os presentes iniciaram uma forte ovação.

Na cerimônia, estiveram em postos preferenciais os três anteriores presidentes da África do Sul: o prêmio Nobel da Paz e primeiro chefe do Estado negro do país, Nelson Mandela, seu sucessor, Thabo Mbeki, e Kgalema Motlanthe, que ficou apenas oito meses no cargo.

Como primeira-dama - já que não se sabia qual esposa de Zuma assumiria o posto -, esteve na tribuna presidencial a primeira mulher do novo presidente, Sizakele Khumalo, com quem o novo líder está casado desde 1960, mas tem outras três esposas.

Depois da posse formal, vários helicópteros militares, com a bandeira da África do Sul, sobrevoaram os edifícios governamentais de Pretória, onde aconteceu o ato, e o hino nacional foi executado enquanto se disparavam salvas de ordenança.

O ato contou com a presença de 29 chefes de Estado e Governo, na maioria africanos, além de cerca de 5 mil convidados oficiais e, segundo os organizadores, e 30 mil espectadores. EFE hc/an

    Leia tudo sobre: áfrica do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG