Zimbábue: Tutu critica África do Sul por trair o legado do apartheid

O arcebispo sul-africano Desmond Tutu acusou nesta quarta-feira a África do Sul de respaldar o presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, e de trair deste modo o legado moral da luta contra o apartheid.

AFP |

Tutu, que já foi arcebipo de Cidade do Cabo, Prêmio Nobel da Paz e líder da luta contra o apartheid, afirmou à rádio pública britânica BBC que está "profundamente, profundamente decepcionado" pelo fato da África do Sul "não estar do lado dos que sofrem".

"Temo que estejamos traindo nosso legado. Estamos fazendo isto enquanto as pessoas estão sofrendo", disse.

"Quanto sofrimento será necessário para que digamos que não? Demos muito tempo a Mugabe", completou Tutu.

Mugabe, no poder desde 1980, sofreu uma histórica derrota nas eleições gerais de março, mas foi reeleito no segundo turno, em meio a denúncias de violência e intimidação dos opositores.

kah/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG