O projeto americano de resolução que prevê sanções contra o Zimbábue inclui o congelamento dos bens financeiros no exterior e uma proibição de viajar para 12 pessoas, entre elas o presidente Robert Mugabe, segundo o texto obtido pela AFP nesta quarta-feira.

Estas 12 pessoas são consideradas obstáculo ao processo democrático no país e responsáveis pela onda de violência que assolou a nação antes do segundo turno das eleições presidenciais, que viu a vitória de Mugabe.

Esta vitória é considerada ilegítima pela comunidade internacional.

O texto também prevê um embargo sobre armas com destino ao Zimbábue.

hc/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.