Zimbábue: partidários de Mugabe matam cabo eleitoral, denuncia a oposição

Um cabo eleitoral da oposição no Zimbábue morreu sábado apunhalado por partidários do atual presidente Robert Mugabe, denunciou nesta segunda-feira uma porta-voz do Movimento pela Mudança Democrática (MDC).

AFP |

"Tapiwa Mubwanda foi apunhalado por um grupo de seguidores do Zanu-PF", o partido no poder, declarou à AFP uma porta-voz do MDC, o principal partido da oposição do Zimbábue.

"Mais de 20 seguidores (do Zanu-PF) foram a sua casa e o atacaram na noite de sábado. Seu irmão mais velho, Lainos Mubwanda, ficou ferido no ataque, tendo sido levado para o hospital em estado grave", acrescentou a porta-voz, que preferiu não ter o nome divulgado.

Tapiwa trabalhou na circunscrição de Hurungwe West, a noroeste de Harare, durante as eleições presidenciais e legislativas de 29 de março.

A polícia descartou a hipótese de que tivesse sido um assassinato político.

"Foi apunhalado durante uma discussão com outras três pessoas", declarou o porta-voz da polícia, Wayne Bvudzijena.

sn/cf/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG