Zimbábue: cinco milhões de pessoas ameaçadas pela fome (ONU)

A crise que afeta o Zimbábue arrasa o país a uma velocidade alarmante com cinco milhões de pessoas em situação de risco e com necessidade urgente de ajuda alimentar, estimaram nesta segunda-feira cinco especialistas de direitos humanos da ONU.

AFP |

"A crise severa que afeta o Zimbábue atinge o país com velocidade alarmante", expressaram em comunicado, ao mesmo tempo em pediram ao governo de Robert Mugabe e à comunidade internacional que "façam mais para reconstruir o sistema de saúde, pondo fim à epidemia de cólera, garantindo alimentos para toda a população".

"Não há alimento em quantidade suficiente em nível nacional", considerou o relator especial da ONU para o direito à alimentação, Olivier De Schutter.

O Zimbábue, era considerado antigamente o celeiro da África.

A epidemia de cólera "sem precedentes" segundo a ONU, já causou 1.123 mortos e 21.000 enfermos desde agosto.

hmn/at/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG