Zelaya volta para Honduras antes de 1º de setembro, diz sua vice-chanceler

Tegucigalpa, 19 ago (EFE).- O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, voltará ao país antes de 1º de setembro, disse hoje à Agência Efe a vice-ministra das Relações Exteriores de seu Governo, Beatriz Valle.

EFE |

Em declarações concedidas em Tegucigalpa, Valle disse à Efe que "se equivocam aqueles que acham que o presidente Zelaya não voltará ao país".

"O presidente não renunciou ao cargo que o povo lhe outorgou", enfatizou a vice-ministra da Administração deposta, ao acrescentar que vários membros do alto escalão do Governo de Zelaya, inclusive ela, "continuam sendo ameaçados pelo regime golpista de Roberto Micheletti", o presidente de fato em Honduras.

Valle disse que o "gabinete de Governo no exílio" de Manuel Zelaya continua a coordenar ações para o retorno do líder deposto, que afirmou hoje que seu retorno é "iminente" e pediu novamente a organização de uma "insurreição pacífica" em Honduras para derrubar Micheletti.

Zelaya foi detido e expulso do país pelos militares em 28 de junho e substituído no mesmo dia por Micheletti, por designação do Parlamento hondurenho. A comunidade internacional não reconhece o atual Governo. EFE gr/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG