WASHINGTON (Reuters) - O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, tomou uma decisão acertada ao adiar seu retorno ao país, disse uma alta autoridade do governo norte-americano nesta quarta-feira. A autoridade disse ser importante dar uma oportunidade à Organização de Estados Americanos encontrar uma solução diplomática ao problema em Honduras, antes que Zelaya tente retornar ao país.

(Reportagem de Deborah Charles)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.