Zelaya segue na fronteira hondurenha

O presidente deposto Manuel Zelaya permanecia na noite desta sexta-feira em Las Manos, na fronteira da Nicarágua com Honduras, enquanto o governo interino hondurenho reforçava a presença militar na região, constatou a AFP.

AFP |

Zelaya, que no início da tarde voltou brevemente a Honduras, pela passagem de Las Manos, permanece no lado nicaraguense, para a decepção de vários de seus seguidores que cruzaram a fronteira para apoiá-lo.

"Tem que entrar agora (...), já estamos há dez dias nisto. Ele não tem os culhões no lugar", disse um homem que foi a Las Manos para apoiar a volta de Zelaya a Honduras.

A indecisão de Zelaya irritou muita gente que foi apoiá-lo, incluindo pessoas humildes, que viajaram dias a pé, sem comer ou dormir, e receberam apenas uma garrafa d'água e biscoitos em Las Manos.

No lado hondurenho, a presença militar era cada vez maior, com a chegada, inclusive, de soldados encapuzados, constatou a AFP.

jr/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG