Zelaya se reúne com secretário-geral da OEA

Washington, 12 jul (EFE).- O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, teve hoje seu primeiro encontro com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, após o início do processo de mediação de diálogo pelo presidente costarriquenho, Óscar Arias.

EFE |

Zelaya viajou para Washington durante o fim de semana, para retomar o contato com as autoridades americanas e o chefe da OEA, que condenaram o golpe militar que o expulsou de Honduras.

Patricia Esquenazi, porta-voz de Insulza, qualificou o encontro como "privado" e não quis dar informações sobre o que foi discutido.

No entanto, disse à agência Efe que o chefe da OEA "continua avaliando como positivas" as reuniões em San José desta semana, para tentar aproximar Zelaya e o presidente de Honduras em exercício, Roberto Micheletti.

Insulza viajará hoje para Santiago para participar de um encontro do Clube de Madri, que agrupa cerca de 70 ex-chefes de Estado e de Governo.

Na terça-feira, Insulza informará à Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados chilena sobre a crise em Honduras.

Zelaya se reuniu no sábado com o secretário de Estado adjunto para a América Latina dos Estados Unidos, Thomas Shannon, e o conselheiro adjunto de Segurança Nacional da Casa Branca para a região, Dan Restrepo.

É a segunda vez que Zelaya vai a Washington esta semana.

Anteriormente, ele foi recebido pela secretária de Estado, Hillary Clinton, que expressou seu apoio à mediação de Arias e disse esperar que esse processo leve "à restauração da ordem democrática e constitucional" em Honduras.

Zelaya e Micheletti se reuniram na quinta-feira com Arias na Costa Rica em momentos diferente, mas não se viram. EFE cma/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG