Nações Unidas, 28 set (EFE).- O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, se dirigiu hoje à Assembleia Geral da ONU por telefone celular, com ajuda de sua chanceler, Patricia Rodas.

"Solicito às Nações Unidas seu apoio para reverter esse golpe de Estado e que a democracia seja um bem para todas as nações do mundo", disse Zelaya, enquanto a chanceler do Equador colocava o telefone celular no microfone na bancada de oradores da assembleia.

EFE emm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.