Zelaya pede para comunicar-se com alto comando militar

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, disse nesta sexta-feira ao oficial encarregado das tropas posicionadas na fronteira com a Nicarágua que desejava falar com o alto comandante do Exército, general Romeo Vásquez, segundo declarou à imprensa.

AFP |

"Me coloquem em contato com o alto comando", pediu Zelaya ao coronel, na frente das tropas estacionadas na fronteira de Las Manos, que o presidente deposto cruzou a pé para chegar ao solo hondurenho, pela primeira vez desde que foi derrubado por um golpe de Estado, em 28 de junho.

Zelaya revelou que estendeu "a mão" ao militar e lhe disse que queria falar com o general Romeo Vásquez, chefe do Estado-Maior do Exército.

O objetivo é "lhe dizer que já estou aqui, que quero me comunicar com ele para dizer que traga a paz à família hondurenha".

Segundo Zelaya, o militar respondeu: "Nós não temos nada contra você".

jr/sd/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG