Zelaya pede aos governantes na ONU que não abandonem o povo hondurenho

O deposto presidente de Honduras, Manuel Zelaya, pediu nesta quarta-feira aos governamentes que participam na Assembleia Geral da ONU que não deixem sozinho o povo hondurenho, enquanto prosseguia refugiado na embaixada brasileira em Tegucigalpa junto a dezenas de seguidores.

AFP |

Em seu discurso inaugural na ONU, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a comunidade internacional quer que o presidente deposto de Honduras seja restabelecido imediatamente no poder.

"A comunidade internacional pede que Zelaya regresse imediatamente à presidência de seu país", afirmou Lula, acrescentando que é preciso permanecer alerta para assegurar a inviolabilidade da embaixada brasileira na capital de Honduras.

"A menos que exista vontade política, vamos presenciar outros golpes como o que depôs o presidente constitucional de Honduras", advertiu Lula.

ltl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG