Zelaya pede a EUA mais medidas para reverter o golpe

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, pediu nesta terça-feira aos Estados Unidos medidas efetivas para reverter, em um par de minutos, o golpe de Estado que o derrubou há três meses.

AFP |

Em declarações à Rádio Havana, a partir da embaixada do Brasil em Tegucigalpa, Zelaya disse que "estamos esperando que os Estados Unidos tomem medidas sobre o comércio, porque Honduras depende das principais atividades do comércio" americano, e "isto reverteria o golpe em um par de minutos".

Zelaya, que voltou secretamente a Honduras na véspera, assinalou que os Estados Unidos tomaram medidas contra os golpistas, como a suspensão da concessão de vistos e o congelamento de fundos, mas "ainda não conseguiu reverter o golpe".

"A comunidade internacional ainda precisa recrudescer sua luta contra o golpe de Estado, como está fazendo o povo hondurenho (...) se sacrificando nas ruas".

mis/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG