O presidente hondurenho deposto Manuel Zelaya negou nesta terça-feira que tivesse mandado construir estátuas suas em poses semelhantes a dos próceres do país. Disse que uma delas exibida pelo governo de Roberto Micheletti eram um presente de un amigo.

"São figuras de papelão prensado que um amigo de Ocotepeque (noroeste) me mandou de presente", afirmou o presidente em entrevista concedida a partir da Nicarágua à Rádio Globo local.

O atual governo de Honduras exibiu domingo uma estátua e um busto de Zelaya que, segundo as novas autoridades, foram encomendados pelo presidente deposto e estavam guardados na Casa Presidencial.

Segundo Rondey Moncada, assessor do ministério de Informação do governo de Micheletti, numa das estátuas, de tamanho natural, Zelaya aparece com a mão levantada, repetindo a pose de quatro próceres hondurenhos do século XIX exibidas no jardim da residência presidencial.

bur-fj/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.