Zelaya não aceita Acordo de San José, afirma Nicarágua

O presidente hondurenho deposto, Manuel Zelaya, não aceita o Acordo de San José para superar a crise em Honduras, informou nesta segunda-feira o embaixador nicaraguense na Organização dos Estados Americanos (OEA).

AFP |

"O presidente Zelaya disse ao presidente (nicaraguense) Daniel Ortega que não concorda com a proposta de San José, apresentada pelo presidente (da Costa Rica) Oscar Arias", declarou o embaixador nicaraguense Denis Ronaldo Moncada.

Zelaya fez tal afirmação em um telefonema a Ortega a partir da embaixada brasileira em Tegucigalpa, onde está abrigado desde que voltou a Honduras.

"O presidente Zelaya vai se comunicar em breve com o secretário-geral (da OEA) para reafirmar esta posição" contra o Acordo de San José.

Pelo acordo promovido por Oscar Arias, Zelaya voltaria ao poder até a realização das eleições, previstas para 29 de novembro, sem a possibilidade de se apresentar como candidato.

O golpe que derrubou Zelaya foi motivado por sua insistência em realizar um referendo sobre sua reeleição, após a medida ser recusada pelo Congresso e pelo Supremo Tribunal.

A embaixadora hondurenha na Guatemala, Bessy Valenzuela, revelou que Zelaya "está em contato com a resistência, a sociedade civil, com políticos e a imprensa" desde que voltou a Honduras.

Zelaya "está disposto a não dormir" para tentar resolver a crise, disse a diplomata.

jz/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG