Zelaya diz que sem fuzis por 5 minutos golpistas cairiam

Tegucigalpa, 25 set (EFE).- O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, assegurou hoje que se os militares baixassem os fuzis por cinco minutos, o Governo golpista, liderado por Roberto Micheletti, seria derrubado.

EFE |

Em comunicado divulgado por um porta-voz de Zelaya na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, o líder deposto afirmou que o povo, com sua manifestação nas ruas, está demonstrando "a grande fraqueza do atual regime".

"Se os fuzis fossem baixados por cinco minutos, seriam derrubados e Honduras retornaria assim à paz, a tranquilidade, a democracia, a legalidade e a restituição do presidente legítimo", ressaltou Zelaya, que voltou ao país na segunda-feira passada, quase três meses após ser detido e expulso pelos militares.

Zelaya divulgou o comunicado poucas horas depois da reunião realizada ontem à noite com os candidatos à Presidência do país nas eleições gerais, previstas para 29 de novembro próximo.

Hoje, o presidente deposto advertiu que os candidatos "não estão convencidos" da gravidade da crise do país.

"Os candidatos à Presidência que vieram ontem ainda não estão completamente convencidos de que o dano que estão causando ao país é grave", disse Zelaya ao canal "36". EFE gr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG