Tegucigalpa, 21 set (EFE).- O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, disse hoje que ninguém voltará a tirá-lo de seu país e que as palavras de ordem após seu retorno continuam sendo pátria, restituição ou morte.

EFE gr/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.