bom gesto - Mundo - iG" /

Zelaya diz que anúncio de salvo-conduto é bom gesto

TEGUCIGALPA - O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, considerou hoje como um bom gesto o anúncio do governante eleito, Porfirio Lobo, de que assinará um salvo-conduto para liberar sua viagem para a República Dominicana assim que assumir o poder.

EFE |

Zelaya disse à Agência Efe que o presidente dominicano, Leonel Fernández, ligou hoje para informá-lo sobre o acordo assinado com Lobo para que possa viajar ao país e que está esperando o documento assinado por ambos.

Em telefonema a partir da Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, onde está refugiado há quatro meses, Zelaya disse que Lobo tomou tal decisão "para tomar distância da ditadura de Roberto Micheletti", o presidente de fato de Honduras.

"É um bom gesto de Lobo para a reconciliação nacional, à qual estou disposto a ajudar", acrescentou.

Lobo assinou hoje na República Dominicana um acordo com Fernández para que Zelaya possa viajar ao país a partir do próximo dia 27 de janeiro, quando o presidente eleito assume o cargo.

Segundo o acordo assinado por Lobo e Fernández, Zelaya, sua família e os integrantes de seu círculo mais próximo poderão viajar para a República Dominicana na qualidade de "hóspedes distintos".

O líder deposto poderá ir para a República Dominicana no próprio dia 27 em companhia de Fernández, que deve comparecer à posse de Lobo.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG