capturá-lo - Mundo - iG" /

Zelaya denuncia tentativa do Governo hondurenho de capturá-lo

Manágua, 22 set (EFE).- O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, denunciou hoje que a Polícia e o Exército estão reprimindo o povo hondurenho nos arredores da embaixada brasileira em Tegucigalpa, com o fim aparente de capturá-lo.

EFE |

Zelaya, que está na representação diplomática do Brasil desde segunda-feira, fez esta denúncia por meio de um e-mail divulgado pela primeira secretária da embaixada de Honduras na Nicarágua, Elizabeth Sierra.

Segundo o presidente derrubado, os policiais e soldados que cercam a embaixada brasileira promovem "um ataque desproporcional" para reprimir os hondurenhos reunidos em frente ao prédio.

A nota diz que Zelaya pediu à população hondurenha que vá para a frente da embaixada do Brasil "para enfrentar estes ataques".

Segundo o comunicado, o presidente constitucional de Honduras pediu às forças militares e policiais "que parem com a violência e se unam ao grupo de cidadãos que lutam por uma nova Honduras".

Zelaya também manifestou o desejo de continuar dialogando com todos os setores interessados em "encontrar uma saída para a situação do país". EFE fm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG