Buenos Aires, 23 set (EFE).- O deposto presidente de Honduras, Manuel Zelaya, denunciou hoje que o Governo hondurenho de fato planejou na terça-feira atacar a Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, onde o líder derrubado está refugiado, e declarar que este tinha se suicidado.

EFE mar/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.