Zelaya deixa embaixada do Brasil em Tegucigalpa após 4 meses

TEGUCIGALPA (Reuters) - O presidente deposto de Honduras Manuel Zelaya deixou a embaixada brasileira em Tegucigalpa nesta quarta-feira rumo ao exílio na República Dominicana, informou a mídia hondurenha. Zelaya chegou a um acordo com o presidente Porfírio Lobo, que tomou posse nesta quarta-feira, e irá para a República Dominicana para evitar um julgamento em Honduras por acusações de ter violado a Constituição.

Reuters |

Zelaya foi deposto por um golpe militar em 28 de junho e levado à Costa Rica. Em 21 de setembro, ele retornou clandestinamente ao país e se abrigou na representação brasileira em Tegucigalpa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG