Zelaya abandona fronteira hondurenha

O presidente hondurenho deposto, Manuel Zelaya, desistiu na noite desta sexta-feira de voltar a Honduras e abandonou a localidade de Las Manos, no lado nicaraguense da fronteira comum, constatou a AFP no local.

AFP |

Zelaya, que permaneceu durante mais de oito horas em Las Manos, e chegou a pisar no território hondurenho, tentou negociar com a cúpula militar de Honduras, mas acabou desistindo de entrar no país diante da ameaça de ser preso.

O grupo formado por Zelaya e vários jornalistas internacionais partiu de Las Manos às 20H35 local (23H35 Brasília) em direção à cidade de Ocotal, capital do departamento nicaraguense de Nueva Segovia.

Em Ocotal, 200 km ao norte de Manágua, Zelaya e sua comitiva passarão a noite.

Zelaya foi deposto e expulso de Honduras por um golpe de Estado deflagrado em 28 de novembro passado.

jr/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG