Las Palmas de Gran Canaria (Espanha), 29 jun (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, mostrou hoje seu total apoio aos esforços da Organização dos Estados Americanos (OEA) para restabelecer as instituições democráticas em Honduras.

Segundo explicou em entrevista coletiva em Las Palmas de Gran Canaria, o Governo espanhol realiza desde domingo gestões diplomáticas permanentes com países latino-americanos e europeus, e com organizações internacionais, porque os fatos - a destituição e expulsão do país do presidente Manuel Zelaya - foram "graves e preocupantes".

"Toda a comunidade internacional reagiu contra e devemos perseverar para que se alcance uma saída em Honduras com dois princípios: a manutenção e a restituição do princípio democrático e do respeito aos poderes instituídos, e o diálogo e acordo institucional", disse.

Neste contexto, destacou os esforços da OEA e de seu secretário-geral, José Miguel Insulza, que desde ontem trabalham com o apoio do Governo espanhol.

Esta organização, segundo Zapatero, está chamada a liderar a saída para a crise, por isso lhe ofereceu todo o respaldo de seu Executivo. EFE nac/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.