O socialista José Luis Rodríguez Zapatero não conseguiu nesta quarta-feira a maioria absoluta na Câmara dos Deputados para ser presidente do governo espanhol por um novo mandato de quatro anos, como já era esperado, e será submetido a uma segunda votação na sexta-feira.

Zapatero não conseguiu a maioria absoluta necessária, de metade mais um dos votos do Congresso, ou seja, 176 de um total de 350 deputados.

Como já estava previsto, o candidato socialista foi aprovado por 168 deputados de um total de 169 de seu partido, já que um deles estava ausente, e teve 158 votos contra o seu nome (a maioria dos 154 deputados do Partido Popular, PP, conservador), e 23 abstenções dos partidos nacionalistas bascos e catalães.

Por isto será submetido a uma segunda votação na sexta-feira, na qual poderá ser reeleito por maioria simples, ou seja, pelo maior número de votos.

esb/gr/js

España-política

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.