Zapatero evita falar sobre discurso de Berlusconi em reunião

Paris, 11 set (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, se negou hoje a comentar a opinião do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, sobre as mulheres, para manter uma política de prudência entre os dois Executivos, baseada na cortesia e no respeito institucional, segundo ele.

EFE |

No Palácio do Eliseu e junto ao presidente francês, Nicolas Sarkozy, Zapatero foi indagado sobre a entrevista coletiva conjunta com Berlusconi, concedida na quinta-feira, ilha italiana de La Maddalena, na qual o primeiro-ministro dedicou boa parte de seus discursos para comentar e elogiar a beleza das mulheres.

"Todo mundo conhece minhas opiniões sobre os direitos de igualdade, a cortesia e o respeito institucional, que obrigam os Governos a manterem essa política de prudência", se limitou a afirmar Zapatero.

Após o almoço de conclusão de uma reunião entre os Governos da Itália e da Espanha, Zapatero aceitou tomar um café na residência de verão de Berlusconi, na Sardenha, cenário de algumas de suas polêmicas festas. EFE nl/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG