Zapatero diz que política da UE para Cuba não é prioritária

Berlim, 8 jan (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, disse que a política da União Europeia (UE) para Cuba não tem prioridade e não está na agenda da Presidência do bloco, que a Espanha acaba de assumir.

EFE |

"A política da UE para Cuba não tem prioridade durante nossa Presidência", afirmou Zapatero, em declarações publicadas hoje pelo "Welt Online", edição digital do jornal alemão "Die Welt".

"A Europa deve se mostrar exigente perante o Governo de Cuba", afirmou Zapatero na breve entrevista ao "Welt Online", que lembra também a recente expulsão da ilha do europarlamentar socialista espanhol Luis Yáñez.

O presidente do Governo espanhol afirma que "o tema Cuba não levará a nenhuma controvérsia durante os próximos seis meses dentro da UE".

O "Welt Online" lembra, nesse sentido, que, até agora, o Governo de Zapatero tinha se mostrado partidário de que a UE abandonasse sua linha dura frente às autoridades de Havana, para apoiar o prometido curso reformista de Raúl Castro.

Esta postura tinha visto contestada, sobretudo, pelos países do Leste Europeu membros da União Europeia, contrários a estender a mão a Cuba, devido à permanente perseguição de opositores ao regime castrista. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG