Zapatero diz que Espanha irá à cúpula do G20 como mais um país

Madri, 8 nov (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, disse hoje que a Espanha irá à próxima cúpula do G20 - formado por países desenvolvidos e emergentes - em Washington como mais um país, como a oitava potência do mundo, e exatamente nas mesmas condições que as outras nações presentes.

EFE |

Em declarações à imprensa, Zapatero agradeceu ao presidente francês, Nicolas Sarkozy, e ao americano, George W. Bush, por permitirem que a Espanha esteja na reunião de 15 de novembro, medida com a qual se comportaram como "amigos da Espanha".

Zapatero ressaltou que tanto Sarkozy, reivindicando a presença espanhola na cúpula do G20, quanto Bush, aceitando o pedido da França, "souberam reconhecer a realidade da Espanha" e a necessidade de o país participar do encontro que analisará a revisão do sistema financeiro internacional.

O presidente do Governo espanhol disse que, apesar de ontem ter se chegado a uma posição européia para participar da cúpula, a Espanha oferecerá sua experiência na supervisão de seu sistema financeiro, "reconhecido como um dos melhores" do mundo.

Zapatero acrescentou que, dentro do leque de posições sobre como deve ser o sistema financeiro internacional, o da Espanha será de "exigência máxima de transparência e supervisão", assim como de "não deixar espaços vazios ou sombras no que será a supervisão ou o controle das instituições e dos produtos financeiros". EFE nac/fh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG