Zapatero aprova urgente revisão do sistema financeiro

Bruxelas, 16 out (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, considerou hoje imprescindível e urgente uma revisão do sistema financeiro internacional, que dê segurança aos mercados, e reivindicou a presença da Espanha na cúpula mundial que será organizada para colocar as bases do novo modelo.

EFE |

Zapatero concluiu com uma entrevista coletiva sua participação no Conselho Europeu, em Bruxelas, no qual a União Européia (UE), disse, se tornou "o líder, a referência e a esperança da reforma do sistema financeiro internacional".

O Conselho adotou as medidas tomadas no domingo passado pelo Eurogrupo e agora, acrescentou, é imprescindível um novo marco financeiro que dê garantias aos investidores e aos cidadãos.

Assim, mostrou seu apoio à reunião deste fim de semana entre o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, com o presidente americano, George W. Bush, para convocar uma cúpula internacional que aborde essa reforma antes do fim do ano.

"Certamente, a Espanha deve estar" nesta reunião, disse o presidente do Governo espanhol, convencido de que uma crise de grande porte como a atual precisa de uma cúpula mais ampla e com maior representatividade do que uma reunião do G8 (os países mais industrializados e a Rússia) ou do G20 (que acrescenta os países emergentes).

Zapatero se reuniu hoje com o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, e este lhe reiterou que é "absolutamente necessário" que a Espanha participe da cúpula, opinião que já transferiu, disse, à UE e à Administração americana. EFE BB/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG