ETA jamais nos forçará a aceitar suas soluções violentas - Mundo - iG" /

Zapatero: ETA jamais nos forçará a aceitar suas soluções violentas

O grupo separatista ETA jamais nos forçará a aceitar suas soluções violentas, afirmou nesta quarta-feira o presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, após o assassinato covarde de um empresário no País Basco.

AFP |

"O bando terrorista ETA jamais nos forçará a aceitar suas soluções violentas", declarou Zapatero à imprensa depois da morte de Ignacio Uría, de 71 anos, que levou dois tiros na cidade de Azpeitia.

O governo socialista espanhol pretende "perseguir sem trégua os autores do crime" e "levá-los perante a justiça o mais rápido possível", acrescentou o presidente.

"Eles sabem o destino que os espera, passar o resto de suas vidas na prisão", destacou, informando em seguida que viajará ao País Basco na quinta-feira para apresentar suas condolências à família da vítima.

Uría era dono da empresa Altuna y Uría, uma das companhias que trabalham na construção do trem de alta velocidade na região.

"O fato de ser um empresário que colabora para a construção do trem de alta velocidade denuncia mais uma vez que os objetivos do ETA transcendem qualquer conjuntura e qualquer situação", indicou.

Zapatero falou ainda sobre a "firme determinação do governo em realizar esta obra, a mais importante para a futura ligação de Euskadi".

esb/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG