LAquila (Itália), 10 jul (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, anunciou hoje na Cúpula de Chefes de Estado e de Governo do Grupo dos Oito (G8, as nações mais ricas e a Rússia) que seu país, apesar das atuais dificuldades econômicas, fornecerá mais 500 milhões de euros nos próximos cinco anos para reforçar os programas de nutrição, principalmente infantil.

Estes 500 milhões vão se juntar ao 1 bilhão de euros que o Executivo espanhol comprometeu em janeiro para apoiar projetos de desenvolvimento agrícola e segurança alimentar durante a próxima meia década, com o objetivo de lutar contra a fome.

Zapatero discursou na inauguração da reunião do G8 dedicada à segurança alimentar junto ao primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi; ao presidente americano, Barack Obama; ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon; e ao presidente russo, Dmitri Medvedev.

Zapatero assinalou a África como região prioritária das atuações da comunidade internacional e lembrou que não basta aumentar o orçamento de cooperação ao desenvolvimento, mas é preciso ser mais eficaz na prestação das ajudas.

Ele fez assim um apelo aos membros do G8 para respaldar a equipe de alto nível das Nações Unidas sobre segurança alimentar, que trabalha com os países em desenvolvimento para formular seus planos nacionais e identificar suas necessidades de financiamento. EFE nl/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.