Zâmbia inicia semana de luto pela morte do presidente do país

JOHANESBURGO - A Zâmbia iniciou hoje uma semana de luto nacional pela morte, em Paris, do presidente do país, Levy Mwanawasa, anunciou o vice-presidente zambiense, Rupiah Banda, que assumiu a Presidência interinamente.

EFE |

Banda confirmou a morte de Mwanawasa em comunicado divulgado pelos meios de comunicação do país, no qual não houve referência a eleições para ocupar a Chefia do Estado.


Presidente da Zâmbia morreu nesta terça / Reuters

"Nosso presidente, Levy Patrick Mwanawasa, morreu esta manhã às 10h30 (5h30 em Brasília)", disse Banda, que na segunda-feira mesmo declarou em Lusaka que o estado de saúde de Mwanawasa, internado na unidade de terapia intensiva do hospital Percy-Clamart, em Paris, era muito grave.

Banda chegou a dizer na segunda que os médicos tinham informado que a cirurgia tinha sido bem-sucedida, mas que o estado do presidente era grave.

Mwanawasa, que completaria 60 anos em setembro, foi internado no hospital Percy-Clamart em julho, após ser levado do Egito, onde sofreu um derrame um dia antes da uma cúpula da União Africana (UA).

Este foi o segundo derrame em pouco mais de dois anos sofrido por Mwanawasa, que também sofreu ferimentos graves em um acidente de trânsito em 1991.

Advogado de carreira, Mwanawasa tinha ganhado a admiração e o apoio da comunidade internacional por sua política anticorrupção e suas medidas de modernização econômica na Zâmbia.

Leia mais sobre Zâmbia

    Leia tudo sobre: zâmbia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG