YouTube lança canal para exibir curta-metragens

Redação Central, 21 jun (EFE) - Destino habitual de curtas-metragens de pequenos autores, o portal de vídeos YouTube formalizou esta semana sua relação com o formato através do canal The YouTube Screening Room, um site no qual serão exibidos a cada semana quatro produções de prestígio mundial. Após pactuar com gravadoras como Warner e canais de televisão com HBO, o YouTube, um dos fenômenos da web do século XXI, se alia agora ao mundo do curta-metragem com a iniciativa que, a cada sexta-feira, como os cinemas, renovará as produções em cartaz. O The YouTube Screening Room aposta na difusão gratuita em alta qualidade, mas também oferece um link direto à compra on-line -em formato digital ou físico- da obra em questão e suas projeções foram acompanhadas por mais de 20 mil usuários em menos de dois dias. O novo canal do portal é uma plataforma para que os melhores curtas do mundo encontrem a audiência que merecem, explica o YouTube no site http://www.youtube.

EFE |

com/ytscreeningroom.

Dois filmes americanos - "Our Time is Up" e "Are You the Favorite Person of Anybody?", ambos em imagem real-, um canadense e um sueco - "The Danish Poet" e "Love and War", duas animações- são os encarregados de abrir os trabalhos desta peculiar sala de projeção.

"Estes filmes aparecem com a autorização e a colaboração de seus criadores, portanto pontue, compartilhe e deixe seus comentários", o YouTube incentiva o potencial público. "É sua oportunidade não só de ver magníficas filmes de qualquer parte do mundo, mas de conversar com os cineastas que há por trás deles".

"Our Time is Up", candidato ao Oscar de melhor curta de ficção em 2006, dirigido por Rob Pearlstein e interpretado por Kevin Pollack, conta a história de um psicanalista que muda seu método de tratamento e decide aplicar a seus pacientes a honestidade total.

A polifacética Miranda July -protagonista e diretora do filme "Eu, Você e Todos Nós" (2005) - apresenta como roteirista para o público do YouTube "Are You the Favorite Person of Anybody?", protagonizado por John C. Reilly e filmado em preto e branco.

"The Danish Poet", de Torill Kove, venceu, com sua animação simples e sua pequena fábula norueguesa, o Oscar em sua categoria em 2007, enquanto "Love and War", da Suécia, oferece em uma cuidada animação stop motion uma atípica ópera de 15 minutos dirigida por Fredrik Emilson.

Mas, apesar dos prêmios recebidos por estas pequenas produções, nesta iniciativa tenta-se remediar o fato de que "estes filmes nunca foram projetados para grandes audiências".

Para os diretores que quiserem se inscrever neste projeto, The YouTube Screening Room coloca à sua disposição na web um endereço de e-mail -ytscreeningroom@youtube.com- ao qual é possível enviar as propostas.

O YouTube começou sua caminhada em uma garagem do californiano Vale do Silício por Chade Hurley e Steve Chen, que, pouco a pouco, viram como sua pequena invenção alcançava milhões de visitantes e se transformava em um fenômeno na rede.

Em 2006, o portal, que inclusive é objeto de estudo em uma universidade de Pitzer College na Califórnia, foi comprado pelo Google por US$ 1,76 bilhão. EFE msc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG