YouTube bloqueia o vídeo contra a aids com um duplo Hitler fazendo o amor

Berlim, 9 set (EFE).- O YouTube bloqueou o vídeo de uma campanha contra a aids que mostra um dublê do ditador nazista Adolf Hitler fazendo sexo sob o lema a aids é uma assassina de massas.

EFE |

"O vídeo foi retirado por atentar contra o regulamento" do site, informou o Youtube pelo Facebook, plataforma de relacionamento na internet.

A polêmica campanha da ONG Regenbogen já tinha sido criticada pela Associação Alemã de Ajuda contra a Aids (DAH), por insultar todas as vítimas do nazismo e prejudicar o combate à aids.

A iniciativa da Regenbogen, que utiliza fotomontagens dos ditadores Adolf Hitler, Josef Stalin e Saddam Hussein, busca alertar a população para os riscos da doença.

Dentro de sua estratégia para promover a campanha, a ONG distribuiu uma série de cartazes em que os ditadores aparecem fazendo sexo e também produziu o polêmico vídeo com o dublê de Hitler.

"No mundo, morreram mais de 28 milhões de pessoas. E a cada dia surgem 5.000 novas vítimas. Com isso, a aids é um dos maiores assassinos de massas que já existiram até hoje", disse a Regenbogen em defesa de sua ação. EFE jcb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG