Yoani Sánchez diz que Cuba impede viagem ao Brasil

Convidada para festival de documentários na Bahia, blogueira afirma não ter conseguido permissão para viajar

iG São Paulo |

A jornalista e blogueira cubana Yoani Sánchez disse, em seu perfil no Twitter, ter "poucas esperanças" de participar de um festival de documentários na Bahia nesta sexta-feira. Segundo ela, as autoridades cubanas ainda não lhe deram resposta sobre o pedido de autorização para viajar ao Brasil.

A blogueira foi convidada a participar do festival na cidade de Jequié, a 360 km de Salvador, onde assistiria ao filme "Conexão Cuba Honduras". Dirigido pelo brasileiro Carlos Galvão da Silva, a produção conta a história de blogueiros cubanos e hondurenhos perseguidos pelos governos de seus países.

Yoani disse ter recebido uma carta convite no início do ano e a apresentado às autoridades cubanas, como parte dos trâmites burocráticos para poder viajar. Porém, segundo ela, nenhuma resposta foi dada até agora.

"Uma estratégia para evitar que os inconformados saiam da ilha é demorar 'ad infinitum' com a carta convite nos consulados", afirmou.

Em março, a blogueira disse ter escrito uma carta ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pedindo que intercedesse junto às autoridades cubanas para que a viagem a Jequié pudesse acontecer. Agora, no Twitter, ela disse não ter recebido resposta.

Yoani agradeceu o "apoio" do senador Eduardo Suplicy e do governador da Bahia, Jacques Wagner, (ambos do PT) e do deputado Euclides Fernandes (PDT). "Obrigada também ao jovem diretor Claudio Galvão da Silva e a todos os cidadãos que fazem pressão para que eu possa viajar ao Brasil", completou.

É a sexta vez em três anos que as autoridades cubanas impedem Sanchéz de viajar ao exterior.

Com EFE

    Leia tudo sobre: cubabrasilyoani sanchéz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG