A justiça francesa abriu nesta quarta-feira uma investigação por homicídio involuntário após a queda do Airbus A310 da companhia Yemenia no Oceano Índico com 153 pessoas a bordo, entre elas 66 franceses, informaram fontes judiciais.

lo/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.