souvenires do estádio antigo na internet - Mundo - iG" /

Yankees vende souvenires do estádio antigo na internet

Nova York, 12 mai (EFE).- O New York Yankees, uma das equipes de beisebol mais famosas dos Estados Unidos, colocou à venda pela internet partes de seu estádio antigo como assentos das arquibancadas e até pedaços do gramado.

EFE |

A venda, com início previsto para 24 de julho, inclui 1.500 objetos e foi anunciada pela empresa Yankees-Steiner Collectibles nesta terça, em comunicado de imprensa.

"O fechamento do estádio original do Yankees marcou o fim de uma era na história do esporte, mas hoje começa uma oportunidade sem precedentes para fazer parte da história dos Estados Unidos e da grande tradição da equipe", destacou o fundador da firma, Brandor Steiner.

Entre os objetos disponíveis estão pedaços do gramado (a partir de US$ 80), assentos das arquibancadas (a partir de US$ 749), assim como as bases pisadas por jogadores como Babe Ruth e Lou Gehrig (de US$ 500 a 1.999,99) ou um fragmento da fachada (US$ 50.000), entre outros.

Colecionadores também podem adquirir uma ampla seleção de artigos curiosos como os cartazes dos lavabos e os sinais de advertência que ocuparam os corredores do estádio durante 85 anos. Eles são vendidos a US$ 250 e 500, respectivamente.

Um dos objetos mais populares da venda foram souvenires que lembraram a conquista do título de 1962, que se esgotaram em poucas horas.

Além disso, a empresa também vai leiloar artigos históricos como uma bola de beisebol autografada por Babe Ruth - o lance inicial é de US$ 1.923. Já uma das catracas de entrada ao estádio vale US$ 2.000.

Ontem, o Yankees anunciou um acordo de US$ 11,5 milhões com a cidade de Nova York para vender os artigos do velho estádio em poder de ambas as partes, similar a um feito pelo Mets, outro time de beisebol local. A demolição das instalações deve começar a partir de junho.

Em 16 de abril, a equipe inaugurou seu novo estádio, que fica do outro lado da avenida em que está o antigo. A obra custou US$ 1,5 bilhão. EFE bs/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG