Autoridaes de Bangladesh afirmam que encontraram vestígios de um produto químico tóxico em um xarope de paracetamol que teria matado 24 crianças nas últimas semanas. As crianças, que tinham entre 11 meses e três anos, morreram devido a problemas renais depois de, aparentemente, terem consumido uma marca fabricada localmente de xarope de paracetamol.

De acordo com o correspondente da BBC na capital, Daca, Mark Dummett, as mortes ocorreram nas últimas seis semanas.

Os médicos que estão investigando o incidente confirmaram as suspeitas de que o xarope continha dietileno glicol, um composto químico tóxico usado na indústria têxtil e em tingimento de couro.

O ministro da Saúde de Bangladesh, AFM Ruhul Haq afirmou que o dietileno glicol foi misturado com o paracetamol por ser dez vezes mais barato do que os solventes normais.

A companhia que fabricou o paracetamol já foi fechada, com ordens de retirar o produto do mercado, enquanto o Ministério da Saúde continua suas investigações.

As autoridades acreditam que o dietileno glicol também foi a causa das mortes de até 300 pessoas em Bangladesh na década de 90. Elas também consumiram medicamentos contaminados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.