Xangai (China), 28 mai (EFE).- A cidade chinesa de Xangai celebra nesta semana o 60º aniversário da tomada de poder pelo Partido Comunista da China (PCCh) em 1949, após expulsar os nacionalistas do até então governante Kuomintang (KMT).

As tropas comunistas, formadas em grande parte por camponeses, tomaram no final de maio de 1949 o que era um dos principais portos do mundo.

A cidade, na qual também foi fundado o próprio PCCh em 1921, tinha então pouco mais de cinco milhões de habitantes e uma enorme atividade econômica que o KMT considerava impossível de ser conduzida pelos comunistas.

Agora, Xangai possui quase 20 milhões de habitantes e uma economia que, em 2008, cresceu 9,7%, até 1,4 trilhão de iuanes (US$ 204,906 bilhões).

No entanto, a crise econômica mundial também bateu na metrópole chinesa e 2008 foi o primeiro ano desde 1992 no qual a economia local cresceu abaixo dos 10%.

Neste ano, o Governo chinês decidiu que Xangai será transformada em um centro financeiro e portuário internacional até 2020. Por isso, as autoridades locais já iniciaram uma série de medidas que renovarão suas estruturas financeiras e abrirão ainda mais sua economia às empresas e ao comércio internacionais. EFE trr/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.