Xanana Gusmão acerta com Austrália ajuda para a agricultura e educação

Sydney (Austrália), 25 ago (EFE).- O Governo australiano anunciou hoje, durante a visita oficial do primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, que destinará ajuda financeira ao Timor- Leste para desenvolver a agricultura e criar emprego.

EFE |

O assunto central da reunião, que aconteceu esta manhã entre Gusmão e seu colega australiano, Kevin Rudd, foi a eventual inclusão de cidadãos do Timor-Leste entre os 2.500 trabalhadores da região do Pacífico Sul aos que a Austrália abrirá seu mercado de trabalho.

A criação de emprego é uma das prioridades do Governo de Gusmão, que tenta reduzir a taxa de desemprego, que se aproxima dos 80%.

Além disso, Rudd disse que a Austrália investirá 2,5 milhões de dólares para a melhora da agricultura no Timor-Leste, onde o café é o grosso de sua produção.

O também primeiro-ministro australiano assinalou que seu país gastará 5,7 milhões de dólares australianos (3,3 milhões de euro, 4,9 milhões de dólares) na construção de um centro de treino militar para o Exército do Timor-Leste.

No âmbito educativo, o Governo australiano aumentará o número de bolsas de estudos para estudantes timorenses e criará um centro de estudos de inglês em Díli, a capital do Timor-Leste.

Este é o segundo encontro entre Rudd e Gusmão depois que este escapou ileso de uma tentativa de assassinato em Díli, no qual o presidente do Governo timorense, José Ramos Horta, ficou ferido.

A antiga colônia portuguesa, Timor-Leste conseguiu a independência em maio de 2002 após três anos de administração da ONU e 24 anos de ocupação indonésia (1975-1999). EFE mg/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG